Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Registros Administrativos > Cuidados na Interpretação
Início do conteúdo da página

Cuidados na Interpretação

Publicado: Quinta, 19 de Maio de 2016, 10h06 | Última atualização em Quinta, 19 de Maio de 2016, 16h07 | Acessos: 628

Cuidados na Interpretação

Os Registros Administrativos disponibilizam uma gama enorme de informações sobre o mercado de trabalho formal, entretanto recomenda-se cautela quando da utilização e interpretação dos dados. Por oportuno, ressalte-se que existem vantagens e limitações no uso desses Registros Administrativos.

As principais vantagens estão relacionadas à abrangência dessa fonte de informação, atingindo até o município, e à diversidade de cruzamento em nível ocupacional e setorial. Dado a desagregação geográfica alcançada, outra vantagem apontada refere-se à disponibilização dos dados em período relativamente pequeno no caso do CAGED.

Quanto às limitações, a principal diz respeito à omissão de declaração dos estabelecimentos, secundada por erro de preenchimento. Esta última pode ocorrer por informações incompletas ou incorretas. Outro problema existente está relacionado às declarações agregadas na matriz, quando o procedimento correto seria o fornecimento dessas informações por estabelecimento. Esses problemas, principalmente o primeiro, ocorrem, frequentemente, em municípios menores, daí a preocupação de o Ministério do Trabalho e Emprego em esclarecer aos usuários sobre o uso desses dados. Em alguns setores, percebem-se informações mais comprometidas que em outros. Inserem-se nesse contexto a Agricultura, a Administração Pública e a Construção Civil.

Com a finalidade de minimizar esses problemas, têm sido desenvolvidas ações visando incentivar a recepção das declarações em meio magnético, nas quais são feitas as primeiras críticas na preparação e coleta dos dados.

As análises das informações oriundas dos Registros Administrativos muitas vezes divergem das obtidas a partir das pesquisas domiciliares, em razão de diferenças metodológicas envolvendo, entre outras, a conceituação de variáveis, a cobertura, o período de captação das informações e as fórmulas de cálculo utilizadas. Há, portanto, necessidade de alguns ajustes caso se deseje fazer estudos comparativos entre essas fontes de informações. No entanto, considerando as particularidades de cada uma, em termos gerais verifica-se a mesma tendência na captação do fenômeno.

Encontra-se disponível neste site um conjunto de notas técnicas que podem auxiliar na utilização dos Registros Administrativos RAIS e CAGED. Clique aqui !

Fim do conteúdo da página